In memoriam  
Xosé-Luís Novo Cazón 
"Na procura da historia e da beleza" 
 (Xosé-Luís Novo Cazón: Tempus das Letras. 2009) 

Sempre o noso guía, seguiremos o itinerario que nos ensinaches

quarta-feira, 25 de março de 2009

Recordando R. Carvalho Calero





No 19º aniversario da morte do mestre, avivanse as súas palabras:

"...O galego corre o perigo de converter-se num jubilado a quem se lhe outorga um seguro de velhice, a quem se lhe garante umha morte tranquila. Os moços que ainda sentem latejar nos seus pulsos o sangue de Castelao, sabem que o galego nom é um bable ilhado no mundo cultural, e que só pode remoçar-se e viver em ósmose fecunda com as formas do iberorrománico que outrora promoveu e que tenhem umha transcendência universal. Só esta concepçom generosa da nossa língua, em que a história e a geografia estám presentes, pode dotá-la de razom prática suficiente para chegar a ser a língua normal dos galegos"
(1984 Letras galegas, páx. 20)

Coñece algo (máis) dunha das personalidades de maior relevo na literatura galega do século XX, no seu estudo e no estudo da lingua: clica aquí, ou /e aquí; tamén na Biblioteca Virtual Galega.

Sem comentários: