In memoriam  
Xosé-Luís Novo Cazón 
"Na procura da historia e da beleza" 
 (Xosé-Luís Novo Cazón: Tempus das Letras. 2009) 

Sempre o noso guía, seguiremos o itinerario que nos ensinaches

sexta-feira, 18 de junho de 2010

José Saramago

Nós tamén batemos palmas -co público do vídeo-, emocionadas coa despedida de José Saramago e como homenaxe ao autor de Caim, recente leitura do Clube Ollos Grandes, e de outros grandes romances: Levantado do chão, O ano da Morte de Ricardo Reis, O evangelho segundo Jesus Cristo, Memorial do Convento, Ensaio sobre a cegueira...




A entrada do pasado día 9 n'Os Outros Cadernos de Saramago, con ligazón na nosa columna lateral:

Começar a ler foi para mim como entrar num bosque pela primeira vez e encontrar-me, de repente, com todas as árvores, todas as flores, todos os pássaros. Quando fazes isso, o que te deslumbra é o conjunto. Não dizes: gosto desta árvore mais que das outras. Não, cada livro em que entrava, tomava-o como algo único.


E a publicada hoxe:

Acho que na sociedade actual nos falta filosofia. Filosofia como espaço, lugar, método de refexão, que pode não ter um objectivo determinado, como a ciência, que avança para satisfazer objectivos. Falta-nos reflexão, pensar, precisamos do trabalho de pensar, e parece-me que, sem ideias, nao vamos a parte nenhuma.

Sem comentários: